23 de jul de 2010

Triste, muito triste!

Perdi o meu mais precioso diamante.
A família Stefaneli chora a saudade e a sua falta.
Admiração eterna e o meu amor infinito!

9 comentários:

Tânia Leal disse...

Sabe Flavinha, é muito difícil ver quem a gente gosta sofrer...sempre queremos protejer as pessoas queridas de qq dor. É assim que fazemos com nossos filhos, maridos, pais, avós, pets,e verdadeiros amigos! Gostaria muito de abrandar um pouquinho a sua dor nesse momento...mas sei q não posso ...e isso faz parte da vida...mas vai passar!!
"O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria,
aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem."
João Guimarães Rosa

Graziscrap disse...

Flá, sinto muito!
Beijos com carinho,
Grazi

Renata Scrap disse...

Fla, sentimos muito por este dia
Estamos aqui no que precisar.
Beijos

Dan disse...

Querida,
força e fé. Estamos todos na mão de Deus. Obrigada por suas palavras, sempre.
Um beijo!

Monica Patricia disse...

Flavinha sinto muito....Fé,força e coragem, tá ??
Fique com Deus, só ele pode te confortar neste momento....
bjs carinhosos

Mariza Scalabrin disse...

Querida amiga Flávia!

Certamente agora ao lado de Deus o seu avô está tão feliz quanto está na foto.

Força para família Stefaneli para superar a dor da saudade.

Forte abraço.
Mariza

Renata Scrap disse...

Oi Fla, passei para te mandar um beijo e te dizer que tem uma surpresinha la no blog, da uma espiadinha!!
Bjs ;^D

SCRAPLICA disse...

Flávia, sinto muito pela perda do seu preciso diamante.
Beijos.

Deca disse...

Oi Flávia, sinto muito pela sua perda. Posso te falar que sei muito bem o que vc está sentindo. Há 3 anos perdi meu pai também. A dor é enorme, mas há 9 meses perdi meu filho André. Ele tinha apenas 18 anos e o seu coração simplesmente parou. Ele nunca teve problemas de saúde. Estava numa quadra de futebol esperando sua vez de jogar. Aí passou mal e no hospital tentaram ressuscitá-lo por 50 mins. Mas Deus preferiu levar o seu anjo de volta para o céu. Aqui estou eu sofrendo que nem uma louca de tanta saudade. Vivo à custa de remédio. Por isso, te digo, reze bastante para o seu paizinho. Eu farei isto daqui também. Eles estão nos braços de Deus e de Nossa Senhora. Fique firme amiga. Um beijo carinhoso, Andréa.